Procuração

Esse é o assunto em que as dúvidas sempre aparecem.

Devo fazer uma procuração??? Sou obrigado a fazer???

Na verdade, a procuração será para facilitar sua vida no período que estiver fora e precisar talvez vender um carro, ou até mesmo ir ao banco resolver alguma pendência, e ela não é obrigatória.

Dependendo da procuração, você estará passando poderes plenos, nesse caso aconselho a colocar no nome de alguma pessoa bem próxima e confiável, como seus pais ou irmãos.

Uma procuração pode servir para várias situações diferentes, portanto se informe se a procuração que irá fazer corresponde com a necessária para você.

Estou listando abaixo 2 modelos de Procuração:

Procuração  Particular Simples – Procuração com firma reconhecida (particular) ou lavrada em cartório (pública). Esse tipo vai dar poderes para te representar em algum órgão, civil ou comercial. Nela, o seu indicado pode te representar ou administrar os assuntos que nela constarão. Porém, o representante não poderá tomar decisões ou falar por você.

Procuração Plenos Poderes – É mais genérica e pode incluir vários interesses, inclusive judiciais. O que evita ter que fazer muitos tipos de procurações. Existem apenas algumas exceções  de atividades que não podem ser incluídas nem nessa nem em nenhum tipo de procuração, como o voto.

Essas procurações podem ser:

Procuração Pública – Deve ser lavrada em tabelionato de notas. É preciso indicar os poderes, gerais ou específicos. Quando gerais, podem não ser aceitas por não detalhar exatamente a representação.

Procuração Particular – É redigida pelo próprio outorgante (quem será representado, no caso, você) e reconhecida em cartório. Assim como a pública, você vai indicar os poderes ao seu outorgado (seu representante).
“Retirado do blog E-Dublin”

Na hora de fazer a sua, explique quais são seus interesses, para não ter nenhum órgão rejeitando-as quando apresentadas.

Aconselho a mesma ser feita com um modelo fornecido pelo próprio cartório, mas disponibilizo um modelo abaixo para darem uma olhada.

Modelo de procuração de plenos poderes

ATRAVÉS DO PRESENTE INSTRUMENTO PARTICULAR DE MANDATO,OUTORGANTE: _________________________________, Brasileiro(a), _____________________, (Estado Civil), __________________________(Profissão), RG nº: _________________________, C.P.F. nº: ___________________________, residente(s) e domiciliado(s) na Rua: ____________ _____________________________, nº: ________, bairro: ______________________________, CEP: ____________, Cidade: _______________________________, Estado: _______________.nomeia e constitui como seu(s) procurador(es) o(s) Sr.(s)/Sra.(s),OUTORGADO: _________________________________, Brasileiro(a), _____________________, (Estado Civil), __________________________(Profissão), RG nº: _________________________, C.P.F. nº: ___________________________, residente(s) e domiciliado(s) na Rua: ____________ _____________________________, nº: ________, bairro: ______________________________, CEP: ____________, Cidade: _______________________________, Estado: _______________.OUTORGADO: _________________________________, Brasileiro(a), _____________________, (Estado Civil), __________________________(Profissão), RG nº: _________________________, C.P.F. nº: ___________________________, residente(s) e domiciliado(s) na Rua: ____________ _____________________________, nº: ________, bairro: ______________________________, CEP: ____________, Cidade: _______________________________, Estado: _______________.outorgando-lhe(s) plenos poderes para tratar de todos os interesses, direitos e negócios do(a) Outorgante, para prometer ceder, prometer vender, vender, prometer comprar, comprar, administrar, alugar, doar, receber doação, permutar, hipotecar, transferir, alienar, onerar ou prometer fazê-lo, sejam bens móveis ou imóveis, fazer e assinar contratos de qualquer natureza que se façam necessários, públicos ou particulares, inclusive de re-ratificação ou de rescisão, seja em cartório de ofício de notas e/ou de Registro de Imóveis, aceitar e estabelecer preços, prazos, cláusulas e condições, receber e pagar quaisquer quantias, sejam parcelas, sinal ou preço total, assinando os necessários recibos, dando, aceitando, recebendo quitações, representar perante as repartições públicas federais, estaduais, municipais e autarquias, requerendo, assinando o que se faça necessário, juntando e retirando documentos, representar ainda nos Bancos em geral ou qualquer estabelecimento congênere, em suas agências ou filiais, podendo para tanto abrir, movimentar e encerrar contas correntes e de cadernetas de poupança, assinando e endossando cheques, pedir saldos e extratos de contas, requisitar talões de cheques, receber e dar quitação, assinar cartões de autógrafos, fazer alterações e cadastramento de senhas, solicitar e receber cartão magnético, solicitar e obter senha para internet, receber ordem de pagamento do exterior, concede ainda, poderes da cláusula ad judicia, em qualquer Juízo, Instância ou Tribunal e onde mais com esta se apresentar Dando tudo por bom e valioso, cessando os efeitos deste a partir da(o) ______________________ _____________________________________________________________________ (finalidade) OU a partir do dia ____/____/______.

Cidade:_______________________,UF:________,Data:______de___________________ de___.

_____________________________
(Assinatura do Outorgante)

About these ads

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s