1 mês de Irlanda e o que esperar do inverno europeu

Muitos dizem que o mais legal da vida é você não saber o que vai acontecer daqui a dois minutos. Pois então. Digo que o mais desafiante de um intercâmbio é  não saber o que será de você em seis meses ou um ano. Tecnicamente a resposta pode ser de fácil entendimento. Você terá muito mais experiência, ficará muito mais convicto sobre seus interesses de vida e suas visões de mundo. Mas realmente o que não se pode medir com exatidão, são os verdadeiros efeitos de transformação após os seus primeiros 30 dias em outro país.

Então vamos lá. Um mês passou, os primeiros 30 dias que parecem uma vida inteira respirando e vivendo a essência desse país. Quando se desembarca em um lugar desconhecido, onde ninguém fala sua língua e não se tem ninguém conhecido, é que  aos poucos vamos aprendendo a formar e escolher nossa nova família. Sua base, suas confissões, seus anseios, são relatados para pessoas que se acabou de conhecer. Não importa, aqui um dia vale por semanas, novos amigos tornam-se intensos num piscar de olhos. De repente você percebe no processo natural das coisas, que está inserido em uma nova cultura.

12277210_535054733327058_1657647703_n

Em 30 dias é possível medir o verdadeiro sentimento em relação a sua missão onde está inserido. Um relacionamento se constroi pela velha convivência diária. Então já é possível descobrir se aquela linda loira de olhos azuis (diga-se país de seu intercâmbio) é tudo aquilo que você pensava, e se vale apena seguir essa paixão por “ela”.

Quem acompanha a rotina de um intercambista pelas redes sociais por exemplo, com belas imagens de pontos turísticos, festas, etc, e acha que se tem vida tranquila, está enganado. Além de existir a questão de adaptação a uma nova cultura, idioma, clima, culinária, existe para a grande maioria outros obstáculos. O sentimento de saudade da família e amigos que ficaram é um dos pontos. Outro  é a necessidade de economia no orçamento, correr atrás de moradia e o tão disputado emprego. Essas são algumas questões que fazem parte dessa grande transformação de vida chamada intercâmbio.

12273054_535053983327133_1023083034_n

 

Em 30 dias você sente-se mais forte e preparado. Do ponto de vista prático é quando seu canal auditivo começa assimilar com maior facilidade o idioma local. Começa a compreender que as coisas possuem tempo certo para acontecer e que os objetivos a serem cumpridos , estão apenas iniciando. O quebra-cabeça do porquê de estar aqui está começando a ser estruturado. Que venham os próximos 30 dias, que continuem intensos e sem roteiro por favor.

O inverno irlandês

Caminhava numa dessas manhãs geladas em Dublin, quando cortei caminho por um park para chegar até minha escola. Durante o trajeto em um banco, bem no meio do park estava um simpático senhor irlandês de barba branca e cabelos meio ruivos. Quando passo por ele, com um clássico sotaque carregado ele diz: “It’s Cold! -a máxima hoje não passa dos 6 “.

11910956_535053883327143_227232306_n

Na Irlanda como a maioria dos países europeus nesse período, já é visível as transformações no clima, de que o inverno está chegando. Torna-se fácil presumir que teremos um dos piores invernos dos últimos anos. Já dá pra sonhar pra quem gosta de frio, com a neve acumulada nos telhados e os campos branquinhos de flocos. Apesar da Irlanda não registrar grandes nevascas nos últimos anos, houve registro de neve em algumas cidades do interior a poucos dias.

Não há o que negar que mesmo ainda no outono, já nos sentimos no inverno. Os dias estão menores, com luminosidade terminando às 4 e meia da tarde, muita chuva e vento. Aliás nunca presenciei em meus 28 invernos de vida, um vento tão desafiador e emponente como o irlandês. Sem dúvidas, o the worst de todos os ventos.

12272778_535057313326800_2013387486_n

Confesso que é um pouco estranho acompanhar amigos nas redes sociais publicando e falando do verão no Brasil, do calor e sol, quando aqui a comemoração de todos, é quando o sol aparece por 5 minutos no dia nessa época. É sério, 5 minutos no dia. Pra quem realmente gosta de frio, se preparem e vai ser lindo: Winter is coming.

Um pensamento sobre “1 mês de Irlanda e o que esperar do inverno europeu

  1. Um grande momento, para quem gosta de grandes desafios. Hoje o jovem está mais ousado e disposto a viver em culturas que irão somar no seu aprendizado, buscando sonhos e realizações pessoal na busca do novo…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s