O preço de morar fora

Já são semanas aqui. Pera! Meses? quase um ano? quanto tempo já se passou? A verdade absoluta é que “não sei” há quanto tempo estou longe de casa. Essa confusão natural é colocada a prova diariamente pelo intercâmbio. Aqui você vive muitas vezes um mês em 3 dias. Seis meses em um. Chora, sorri, abraça, chora novamente, e muitas vezes sente saudades de coisas que ainda nem viveu. Tudo isso em um ciclo meteórico de tempo. É tudo mais intenso. Bem-vindos ao mundo surreal chamado intercâmbio.

É preciso estar preparado para as surpresas que o intercâmbio vai te aprontar. Você está em outros país, uma cultura totalmente diferente e passa a vivenciar novas experiências. Por estar com essa ideia constante de movimento e descobertas, muitas vezes o ciclo natural do tempo, passa a sensação que ele realmente é beem maior.

As escolhas irão lhe testar e impulsionar desde as mais simples decisões de sua vida. Isso não é novidade. Um belo dia você está no escritório, fazendo coisas normais da sua rotina e decide simplesmente mudar de vida, recomeçar tudo em outro país. O planejamento é feito e a decisão tomada. Você está pronto para uma das mudanças mais radicais de sua vida. Contudo, não é apenas o fato de mudar de país. Também estará deixando sua família, seus amigos, seu cachorro e tudo que construiu em seu país de origem. Portas em automático. Sua vida nova está iniciando.

pub 1

 

Uma das grandes questões de se morar fora, diz respeito a você não saber o que vai acontecer em 5 minutos. As coisas em uma viagem mudam muito rápido. Existe o risco fatal de tudo que você projetou, como o tempo que ficará fora, mudar drasticamente, você não se adaptar à vida nova, sentir saudades de casa e voltar. Existem várias razões para uma viagem ser interrompida, mas também existem riscos eminentes e reais para você não voltar tão cedo!

Muitas pessoas fazem de sua bandeira no intercâmbio, a escolha de não fazer planos e ir deixando as coisas fluírem naturalmente. E quando elas começam a conspirar, sobre como a adaptação pode ser mais fácil, ou como se inserir no mercado de trabalho do novo país, a probabilidade de não voltar tão cedo é cada vez maior.
Então a vida irá novamente cobrar uma decisão. Ver sua família uma vez por ano? Ver o filho do seu melhor amigo dar os primeiros passos ou assistir tudo apenas pela tela do celular? Receber uma foto do pôr-do-sol da sua cidade e ficar imaginando o quão quente seria se você estivesse lá.. ou pensar em seu prato favorito e a milhas de distância ter a consciência de que ele é apenas imaginário neste momento..

pub2

O que vale mais? Construir a vida em uma nova cultura, respirar novas experiências e trilhar um novo caminho longe de casa? O fim de todas as viagens faz a gente acreditar fielmente em um novo recomeço. Mais tempo para observar as coisas simples da vida e ver até onde você subiu, suas novas escolhas e as perspectivas futuras. Mais brodagem, mais surpresa com as histórias e mais pessoas que cruzam seu caminho sendo legais. Tudo pode mudar em 5 minutos novamente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s